Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017 | 28º

12 de setembro de 2017

Exportação de carne aumenta 58% em agosto e abate registra recorde anual

Assessoria Acrimat

As exportações de carne em Mato Grosso registraram aumento de 58% em agosto deste ano em comparação com igual período do ano passado. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic), US$ 119,328 milhões foram movimentados no último mês, ante US$ 75,426 milhões em agosto de 2016. As receitas decorrem dos embarques de 27.105 toneladas e de 16.993 toneladas de carne bovina, respectivamente. No ano, as exportações somaram US$ 692,646 milhões.

Com isso, o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou que o abate de bovinos atingiu a marca 496,9 mil animais em agosto, maior volume mensal no ano. Em relação ao mês de agosto do ano passado, o abate registra alta de 25%, ante 397,8 mil animais. Na comparação com julho, o aumento foi de 18% sob 439 mil bovinos abatidos, até então o maior registro do ano.

Além do aumento nas exportações, a demanda interna por carne também influenciou o maior volume de abate. De acordo como Ministério do Trabalho, o saldo de empregos em Mato Grosso foi de 8.085, o maior saldo para o mês desde 2003.

Para o diretor-executivo da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), os números refletem a retomada da economia nacional e, principalmente, da credibilidade da carne produzida no Brasil. “Começamos a ver a recuperação do setor. Primeiro com a recuperação dos mercados externos e agora também com a criação de postos de emprego, que tem impacto direto no consumo das famílias brasileiras”.

Todo esse movimento tem reflexo no mercado do boi gordo. Dados do Imea aponta valorização e 10% no preço da arroba em no último mês e na última semana chegou a ser cotada a R$ 135 em algumas praças no Estado.