Loading...

FS Bioenergia apresenta seus produtos nas rotas do Acrimat em Ação

16/03/2020

De acordo com a empresa, as três opções da nutrição animal ofertadas possuem consistência no perfil nutricional quando aplicadas na dieta de bovinos de corte.

Empresa que tem como missão contribuir com o desenvolvimento do agronegócio brasileiro na produção de bioenergia e nutrição animal, adicionando valor à cadeia produtiva do milho, a FS Bioenergia é um dos patrocinadores do Acrimat em Ação, programa itinerante realizado pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), que chega a sua 10ª edição.

A cada visita realizada a um dos 26 municípios que receberão o Acrimat em Ação 2020, Marcos Aquino, agrônomo que representa a empresa nas reuniões promovidas pela Acrimat, trata de levar ao conhecimento do produtor rural os produtos da FS que tem a capacidade de facilitar a vida do homem do campo, como o DDG (Dried Distillers Grains), que em sua tradução literal para o português significa “grãos secos por destilação”.

Tais grãos são destinados para nutrição animal, aumentando a produtividade e reduzindo os custos dos produtores. Aquino explica que a FS Bioenergia emprega a tecnologia de separação de fibras no processo produtivo utilizado pela empresa. “A tecnologia de separação de fibras, inovação exclusiva da FS Bioenergia, consiste na moagem via seca”, esclarece o agrônomo.

Segundo Aquino, quando se fala sobre etanol de milho, “não podemos esquecer que todo esse milho que entra na FS Bioenergia não sai apenas como combustível, mas 1/3 do milho volta como DDG”.

A empresa utiliza o amido de milho para produzir o etanol e na remoção da fibra, além de melhorar o rendimento e eficiência, ainda produz três opções de nutrição animal: FS Ouro, FS Essencial e o FS Úmido.

“Os produtos para nutrição animal da FS Bioenergia são ricos em proteínas e outros nutrientes para dietas de bovinos, uma dieta de precisão com disponibilidade o ano inteiro que vai garantir alta performance aos negócios”, conclui o agrônomo.

Dieta para bovino de corte

De acordo com a empresa, as três opções da nutrição animal ofertadas possuem consistência no perfil nutricional quando aplicadas na dieta de bovinos de corte. Além da alta digestibilidade e baixo teor de enxofre, diminui riscos de distúrbios metabólicos.

A versão úmida, chamada FS Úmido, pode ser direcionada aos pecuaristas que estão no raio de 150km das unidades da FS Bioenergia devido ao curto prazo de validade. É um produto completo com energia, proteína, rico em fibra efetiva e com 130% do valor energético do milho. A dieta com 20% a 30% de inclusão do FS Úmido maximiza o peso de carcaça e a área de olho de lombo da carcaça, mas a maior margem líquida em relação ao custo pode ser obtida com 40% de inclusão. Já os produtos na versão seca, possuem maior by-pass de proteína em comparação ao farelo de soja e caroço de algodão.

“O FS Ouro é uma excelente fonte de energia de fibra e proteína para bovinos de corte em todas as fases de produção. Possui 40% de FDN, 6% de levedura e 16% de proteína bruta. A dieta com 20% de inclusão de FS Ouro maximiza a taxa de crescimento e a área de olho do lombo da carcaça, mas a maior margem líquida em relação ao custo pode ser alcançada com 33 % na inclusão de dietas para animais em confinamento”, informa Aquino.

Já o FS Essencial é um produto rico em energia, que possui 30% de FDN e 20% de levedura.

Fonte: Ascom/Acrimat